Deseja se tornar um decorador de interiores? Saiba como

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Ser um decorador de interiores é, sem dúvidas, um dos negócios mais lucrativos do mercado e o trabalho perfeito para quem é apaixonado por decoração.

Então, se esse é o seu caso e você deseja entrar no ramo, mas não sabe por onde começar, continue lendo a seguir.

Educação e Formação

Tecnicamente falando, você não precisará de um diploma para se tornar um decorador de interiores, porém, buscar conhecimento nunca será perda de tempo. Além disso, alguns clientes e empresas normalmente são mais receptivos a contratar alguém que se dedicou para obter um diploma.

Os graus de decoração de interiores estão disponíveis em diversos níveis e alguns programas de certificação levam pouco tempo. Então, se você estiver interessado em buscar uma educação, opte por programas que tenham sido credenciados pelo Certified Interior Decorators International (CID) e / ou pela Interior Design Society (IDS).

Você será um bom decorador?

Quando você entra em algum espaço, tende a visualizar ou imaginar o que tornaria o espaço melhor? Você enxerga combinações possíveis em um cômodo com uma porta de alumínio com vidro, tem um bom olho para cores e uma forte memória de cores? 

Se as suas respostas para todas as perguntas foram sim, você está no caminho certo.

Talento artístico

Muitas pessoas se perguntam se é necessário talento artístico para serem decoradores e, não, não é necessário, mas certamente fará uma diferença significativa buscar melhorar nesse quesito.

Muitos clientes não são bons em visualizar um resultado final e até por isso contratam um profissional na área, então é importante poder mostrar para eles uma planta em potencial ou cores da sala em três dimensões, seja em um desenho ou em um computador, antes de iniciar o trabalho.

As habilidades de desenho são geralmente mais vantajosas para os designers de interiores do que para os decoradores, mas são úteis para ambos.

Organizações profissionais

As duas principais organizações de decoradores são o IDS e o CID. A associação não é necessariamente obrigatória, mas essas sociedades oferecem ótimas maneiras de se manter ativo na indústria do design. Além disso, são oferecidas muitas oportunidades para educação adicional, networking etc.

Essas organizações fornecem um serviço a um custo, então é uma escolha sua se algum desses programas seria benéfico para você.

Tipos de trabalhos

Existe uma ampla gama de oportunidades de carreira no campo do design. Uma boa parte dos decoradores são designers residenciais, mas muitos trabalham na área comercial, como hotéis, por exemplo. Se você desejar se especializar nessas indústrias, será necessária uma educação ou experiência adicional.

No entanto, o campo de decoração vai  muito além de ser um designer. Alguns decoradores entram no setor de varejo ou trabalham em vendas. Lojas domésticas, lojas de móveis, lojas de tecidos e vitrines são alguns exemplos de indústrias que costumam contratar decoradores.

Como começar

E por último, mas não menos importante, a maior pergunta que você pode ter é por onde começar. A maior dica é começar aos poucos e ser paciente. Comece com quem conhece e onde está, faça contatos com seus amigos, parentes, vizinhos, associações de bairro ou outras empresas e organizações locais.

De início, considere as vendas. Alguns decoradores costumam trabalhar no setor de vendas de interiores e promovem mercadorias em lojas locais para uma comissão. Os vendedores mais experientes também costumam receber um salário. 

Conecte-se com outros decoradores. Por mais que este seja um campo competitivo, é raro encontrar um designer que não esteja disposto a compartilhar informações, conselhos e ferramentas do comércio.

Leave a comment

Your email address will not be published.