O que é preciso para se tornar um salva-vidas e ter sucesso na profissão?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Também conhecido como guarda-vidas, o salva-vidas é um profissional essencial em alguns lugares específicos. Como o próprio nome diz, esse profissional pode salvar a vida de uma pessoa quando o perigo de afogamento é iminente.

No entanto, algumas pessoas não sabem muito bem o que está envolvido em ser um profissional salva-vidas, por causa disso, alguns desses profissionais têm a fama de antipáticos.

Mas esse obstáculo não impede que milhares de pessoas todos os anos se tornem um profissional salva-vidas qualificado para exercer suas funções. Quer saber mais sobre essa profissão? Continue lendo.

O que é um salva-vidas?

O salva-vidas é o profissional qualificado para salvar alguém de um afogamento ou para tirar uma pessoa ou um grupo de pessoas, de uma região que pode oferecer risco de afogamento.

Eles geralmente são contratados por instituições públicas e privadas para trabalhar em diferentes ambientes como piscina, praia, rio, cachoeiras, lagos, parques aquáticos e outros.

Alguns também podem trabalhar em condomínios de luxo como o Invert Barra, por exemplo, que vai ter um complexo aquático.

Esses profissionais treinados também são responsáveis por alertar os banhistas na praia sobre possíveis áreas com tubarão e águas-vivas.  

O que é preciso para se tornar um?

São muitas pessoas interessadas que procuram se qualificar para ser salva-vidas, porém, nem todos tem condições, ou seja, não se encaixa nos requisitos para exercer essa profissão.

Para se tornar um salva-vidas é preciso ter mais de dezoito e menos de trinta e cinco anos, além disso, é necessário comprovar o ensino fundamental completo. Em alguns estados brasileiro é obrigatório ter o segundo grau completo.

Outro requisito para se tornar um salva-vidas é a condição física e também a saúde mental. O preparo físico é fundamental para quem deseja se tornar um desses profissionais, já que as funções exigem muito esforço e condicionamento físico. Além de tudo, é preciso ter condições mentais para ver e viver muitas situações aflitivas.

Mas com certeza o requisito maior para quem deseja se tornar um, é saber nadar com excelência e conhecer aspectos e profundidade do mar. Todo guarda-vidas precisa ser um bom nadador, do contrário, ele também se coloca em perigo.     

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho é aquecido para este tipo de profissional. Como dito antes, algumas instituições públicas e privadas contratam esse profissional para atuarem em parques aquáticos, praias, clubes e outros.

Outro ambiente que precisa ter o salva-vidas é no Cruzeiro. Com todos esses dados, fica fácil entender a grande procura por profissionais salva-vidas experientes.  

O que é preciso para exercer a profissão?

Para exercer a profissão, já falamos que é preciso ter preparo físico e mental, além de saber nada perfeitamente e conhecer algumas características do mar. Mas outros fatores também são necessários como, paciência, autodomínio, concentração, velocidade e muita responsabilidade.

Quais são as suas funções?

O salva-vidas além de resgatar pessoas de dentro do mar ou outro de local aquático, ele também precisa aplicar alguns conhecimentos de primeiros socorros, além de sinalizar locais que oferecem riscos para banhistas.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *